Busque em nosso site

Siga-nos no Twitter

 

 

Texto da Semana

23/11/2020 a 30/11/2020

A cultura não evita que a gente tome as piores decisões. A cultura apenas garante que, seja qual for a escolha, ela será intensa, parte de uma vida levada a sério. (C. Calligaris)

16/11/2020 a 23/11/2020

A coisa pior que pode existir é um empresário deprimido. Deprimidos vão ser filósofos, historiadores, poetas. Empresário não pode ser deprimido. Então, o capitalismo empurra você para ser feliz ou pelo menos para projetar a ideia de felicidade. (L. F. Pondé)

09/11/2020 a 16/11/2020

Seremos firmes na defesa da democracia, da liberdade de imprensa e da criação artística. Rejeitamos aventuras autoritárias. Em São Paulo, trabalhamos para construir o futuro, livres do radicalismo político. (João Doria, Folha, 29/1/20)

26/10/2020 a 03/11/2020

Exigir que a arte exiba um atestado de bom comportamento moral é não entender nada sobre a autonomia da arte (ou da moral). Quem não gosta de certa obra tem uma solução em sociedades livres: não consome.

19/10/2020 a 26/10/2020

Alunos de diferentes países aprendem em diferentes contextos de acordo com o ambiente local e a escola que frequentam, mas seu desempenho é avaliado em face de padrões comuns. Quando se tornam adultos, eles enfrentarão os mesmos desafios e, frequentemente, competirão pelos mesmos empregos. Da mesma forma, numa sociedade global o sucesso dos sistemas educacionais não mais se mede por padrões locais, mas em face de padrões que vêm se tornando comuns aos vários Sistemas. (Texto da OCDE, relativo ao PISA 2018)

12/10/2020 a 19/10/2020

Há no ar uma polarização de contrários que já começa a cansar. Mesmo porque não são nem tão contrários assim - dos dois polos saem os mesmos discursos, as mesmas mentiras, as mesmas bravatas, como se eles se retroalimentassem e já não existisse um sem o outro. Daí que, por não se deixar mais iludir por esse jogo de espelhos com sinal trocado, haja agora quem não queira saber nem de esquerda nem de direita. (Ruy Castro)

05/10/2020 a 12/10/2020

É necessário tratar o magistério como uma profissão e não como uma ocupação que requer sacrifício pessoal. (Eric Hanushek, especialista em economia da educação, da Universidade de Stanford, na Califórnia.)

28/09/2020 a 05/10/2020

A base da civilização que construímos ao longo dos anos, com todas as dificuldades da democracia, repousa no respeito a cada indivíduo e a um projeto coletivo que estimula a preservação da diversidade. E isso precisa ser ensinado às novas gerações. (C. Costin)

21/09/2020 a 28/09/2020

Entre os 30 melhores (países no ranking do PISA), há algumas coisas que chamam a atenção: maior atratividade da carreira docente, formação profissional mais vinculada com a prática, maior rigor na seleção de diretores e professores e um currículo nacional claro com bom alinhamento dos materiais curriculares ao que se ensina. (C. Costin)

14/09/2020 a 21/09/2020

O modo usual de ficar mais rico é tornar-se mais produtivo, um indicador em que o Brasil patina há décadas. Pior, o jeito mais óbvio de aumentar a produtividade do trabalhador é educá-lo, outra variável em que o país é péssimo. E tudo isso ocorre em meio a outra má notícia, que é o fim do bônus demográfico. A triste verdade é que o Brasil ficou velho antes de ficar rico e educado. (H. Schwartsman)

07/09/2020 a 14/09/2020

Exigir do cinema, ou da literatura, ou do teatro, ou de qualquer manifestação artística, uma pretensa “responsabilidade social” é uma grosseira violação da autonomia da arte. É, no fundo, replicar em sociedades democráticas e livres o mesmo tipo de pensamento que as ditaduras cultivavam por meio da propaganda. (J. P. Coutinho)

31/08/2020 a 07/09/2020

Trata-se de perceber que a pequena menina sueca (Greta Thunberg) que não vai à escola (afinal, escola para quê, né?) presta um desserviço a quem se preocupa com as condições ambientais de fato. Sua histeria raivosa clara é coisa de criança mimada. (L. F. Pondé)

24/08/2020 a 31/08/2020

Governantes que atuam em causa própria são uma tradição brasileira. Alguns podem tentar se esconder atrás da retórica da nova política e de reformas econômicas, mas dificilmente conseguirão disfarçar suas ambições particulares. (Bruno Boghossian)

17/08/2020 a 24/08/2020

Antigamente, o sonho de um filho era se emancipar da figura paterna. Não falo de Freud e dos desejos de “matar” o pai. Falo de algo mais simples como sair de casa, construir uma vida pelas próprias mãos, sair da sombra do progenitor. (J. P. Coutinho)

10/08/2020 a 17/08/2020

Muitos pais, e principalmente mães, se perguntam, quanto à criação dos filhos: onde foi que eu errei ? Na verdade, essa conta nunca fecha porque não se trata de engenharia aqui, mas de seres humanos, inexatos, imprecisos, ambivalentes. (L. F. Pondé)

03/08/2020 a 10/08/2020

A cultura moral vigente, que se ergueu sobre um narcisismo individualista aterrador, foi destruindo as velhas noções de dever, obrigação ou até sacrifício de que mais precisamos agora. O tempo presente testemunhou o triunfo do desejo sobre a contenção. (R. Scruton)

27/07/2020 a 03/08/2020

É uma regra da sociologia dinâmica: os boçais querem impor aos outros as normas que eles mesmos não conseguem respeitar. Da mesma forma, o catequizador exige dos outros uma fé que ele não tem. (C. Calligaris)

20/07/2020 a 27/07/2020

As pessoas comuns, quando deixadas em liberdade, tendem a se afastar dos extremos. Quando as pessoas são acossadas por um dos extremos, elas procuram abrigo e compensação no extremo oposto. (J. P. Coutinho)

13/07/2020 a 20/07/2020

Quando começo a dizer sim a muitas pessoas acabo dizendo muitos nãos para mim mesmo e fico muito cansado, então percebo que está na hora de dizer sim para mim mesmo e um pouco mais de não para o mundo. (Haemin Sunim)

06/07/2020 a 13/07/2020

As pessoas se recusam ao uso da autonomia ou do senso comum e decidiram que precisam de um “juiz para chamar de seu”. Ninguém assume nada, apenas terceirizam. Já terceirizavam filhos, idosos, animais, agora vão terceirizar o ato de decidir questões cotidianas. O excesso de demandas ao judiciário é índice de retardo mental social. (L. F. Pondé).

29/06/2020 a 06/07/2020

O problema do populismo é que, ao vender falsas soluções fáceis, ele desequilibra o jogo e pode colocar países em caminhos totalmente inadequados ou mesmo sem volta. Como os brasileiros estão descobrindo, o voto tem consequências. (H. Schartsman)

22/06/2020 a 29/06/2020

As virtudes da democracia não estão nas escolhas que ela gera, mas em efeitos secundários que vêm no pacote de produtos que costumam acompanhá-la. São itens como liberdades individuais, direito de propriedade, segurança jurídica e, também, a percepção de que a disputa pelo poder segue regras justas e que a parte derrotada não enfrentará ameaça existencial, podendo até vencer no próximo ciclo. Juntos, esses elementos costumam promover a moderação. (H. Schartsman)

15/06/2020 a 22/06/2020

Hoje, dizer que só há dois gêneros, um de rosa e outro de azul, é simplesmente uma estupidez ou uma cegueira ideológica (com ou sem justificativa religiosa, tanto faz). Essa é, aliás, a ideologia de gênero dominante. (C. Calligaris)

08/06/2020 a 15/06/2020

Nossa dignidade é uma condição para a sobrevivência psíquica. Dignidade e ética estiveram na moda por um bom tempo, mas deram lugar à corrida pelo sucesso e pela felicidade. O sucesso a qualquer preço —e suas falácias— e a promessa de felicidade perene nos atormentam. (V. Iaconelli)

25/05/2020 a 01/06/2020

Camille Paglia fala de algo mais sutil: a tentativa de transformar a universidade, o trabalho, o espaço público numa espécie de sala de estar familiar onde existem todos os confortos, todas as seguranças, todas as certezas da infância —e nenhuma das ambiguidades da vida adulta. (J. P. Coutinho)

18/05/2020 a 25/05/2020

As teorias conspiratórias são um amparo para o exército dos que não conseguem mudar sua vida para melhor: eles atribuem assim seus infortúnios a uma força externa e irresistível (nada a ver com eles). (C. Calligaris)

11/05/2020 a 18/05/2020

Jovens nascidos em 1950 tinham uma probabilidade de 80% de ganhar mais que os pais. Os nascidos em 1970 tinham probabilidade de 61%. Mas desde 1980 os filhos têm a probabilidade de ganhar menos ou o mesmo que seus pais. (Raj Chetty, pesquisa em Harvard)

04/05/2020 a 11/05/2020

Todos nós, em maior ou menor grau, permanente ou circunstancialmente, somos fonte de decepção para nossos pais. Eles também o são para nós. Moral da história: aceita que dói menos. Muito menos. (V. Iaconelli)

27/04/2020 a 04/05/2020

Aquilo que nos torna "animais sociais" é a capacidade de aprender regras mínimas de convivência —regras que, escusado será dizer, são muitas vezes contrárias aos nossos instintos mais primitivos. (J. P. Coutinho)

20/04/2020 a 27/04/2020

Décadas de pesquisas confirmam que somos vaidosos, excessivamente confiantes, tendemos a ser dogmáticos; e, em matéria moral, somos hipócritas até o tutano: atribuímos as falhas dos outros a questões de caráter; as nossas falhas, pelo contrário, são justificadas pelas circunstâncias. Por outras palavras: a natureza humana é imperfeita, limitada e viciosa —nada que a religião ou a boa literatura não tenham defendido já. (J. P. Coutinho, citando pesquisa do neurocientista Christian Jarrett)

13/04/2020 a 20/04/2020

Nossa espécie é péssima em avaliar riscos. Um ser humano típico tem medo de cobras e tubarões, mas não hesita muito em fumar ou acelerar seu carro. Nos EUA, onde as estatísticas são mais confiáveis, cobras e tubarões matam, respectivamente, cinco e 0,5 pessoas por ano, enquanto o cigarro e os acidentes de trânsito geram 480 mil e 35 mil óbitos anuais. H. Schwartsman)

06/04/2020 a 13/04/2020

Pessoalmente acho idiota e invasiva essa moda de eliminar a divisão entre os sexos nos banheiros, frescura gourmet. Engraçado, sempre achei que banheiros fossem temas para engenheiros e pedreiros, que os constroem, e para empresas de higiene, que os mantêm. Nunca imaginei que seriam um dia objeto de PhD em ciências humanas. (L. F. Pondé)

30/03/2020 a 06/04/2020

A ciência teve um impacto gigantesco sobre as tecnologias, mas quase imperceptível sobre a política. Se trouxéssemos um homem do século 19 para o presente, ele ficaria boquiaberto diante de avanços como aviões, medicamentos, computadores, que não conseguiria distinguir de mágica, mas não teria nenhuma dificuldade para reconhecer a atividade política como tal. (H. Schwartsman)

23/03/2020 a 30/03/2020

Mas aos ateus também se deve prescrever uma certa dose de humildade. Sei que você pode deixar de acreditar em Deus, mas cuidado para não passar a acreditar em qualquer bobagem do tipo ciência, natureza, política, história —ou, pior, crer em você mesmo ou crer no desejo. (L. F. Pondé)

16/03/2020 a 23/03/2020

Suspeito que João de Deus desaparecerá e as mesmas pessoas que o adoravam vão procurar outros para adorar, porque quem gosta de adorar algo sempre acha o que adorar. A idolatria é uma compulsão no gênero humano. (L. F. Pondé)

09/03/2020 a 16/03/2020

O mundo da fé é habitado por um número gigantesco de picaretas do espírito. Isso não implica, vale dizer, que toda vivência religiosa seja objeto de picaretas do espírito. Existem picaretas na ciência também: as universidades e a indústria da ciência estão aí para mostrar para quem quiser ver. (L. F. Pondé)

02/03/2020 a 09/03/2020

A crença em milagres é um clássico em religiões (sei que nem toda denominação religiosa prima por essa crença). Acreditar que passiflora e pedras energéticas funcionam é indicação de que algo em sua forma de ver o mundo não funciona. Crer que alguém que faz uma cirurgia espiritual curará seu câncer é sinal de desespero. (L. F. Pondé)

17/02/2020 a 02/03/2020

O que agora presenciamos (na França) é apenas o auge de uma tensão que faz parte da própria história da democracia: a tensão entre as massas e os seus representantes. (J. P. Coutinho)

10/02/2020 a 17/02/2020

Eu preferiria viver num mundo onde todos se comportassem como lordes ingleses, deixando fleugmaticamente os outros em paz. Mas vivemos num planeta em que as pessoas são inurbanas, inconvenientes e se provocam por razões ideológicas. Tudo isso precisa ser tolerado num regime que valoriza as liberdades, como é o nosso. (H. Schwartsman)

03/02/2020 a 10/02/2020

À medida que os filhos crescem, é natural e desejável que sejam expostos a outras ideias, inclusive àquelas que seus genitores veem como ofensivas. É só assim que indivíduos podem tornar-se sujeitos autônomos. (H. Schwartsman)

27/01/2020 a 03/02/2020

Se a escola não tiver a função de apresentar conteúdos que entrem em conflito com as ideologias dominantes nas famílias, eis que a educação será apenas a reprodução do mesmo: tais pais, tais filhos. (C. Calligaris)

20/01/2020 a 27/01/2020

A família e a escola são os maiores instrumentos de reprodução social: ambas instruem, formam e deformam os jovens; por isso mesmo, é desejável que elas não estejam sempre "concordando". (C. Calligaris)

13/01/2020 a 20/01/2020

Minorias não são necessariamente minorias numéricas, mas grupos com capacidade de influência limitada por uma história de perseguição e exclusão. (Rabino Michel Schlesinger)

06/01/2020 a 13/01/2020

O judaísmo nos estimula a participar da vida, mesmo em um cenário de opções críticas. Anular ou votar em branco significa se eximir da responsabilidade e deixar a solução nas mãos de outrem. Quem não exerce seu dever de votar incorre no pecado da omissão. (Rabino Michel Schlesinger)

Textos publicados em 2019.

Textos publicados em 2018.

Textos publicados em 2017.

Textos publicados em 2016.

Textos publicados em 2015.

Textos publicados em 2014.

Textos publicados em 2013.

Textos publicados em 2012.

Textos publicados em 2011.

Textos publicados em 2010.